Ilustração da fórmula do hormônio estrogênio

Estrogênio: um hormônio que só as pessoas que menstruam têm

16 de abr de 2024
comentários

Entenda o que é estrogênio e as particularidades do seu papel fundamental na saúde feminina. Acesse!

Você já deve ter percebido que sempre que falamos sobre ciclo menstrual, um hormônio aparece diversas vezes: o estrogênio. E o motivo é bem simples. Este é um hormônio exclusivo de quem menstrua, ou seja, homens cis não o possuem. Mas, afinal, você sabe qual é a função do estrogênio? Siga com a leitura que explicamos tudo!

 

LEIA TAMBÉM:

 

Ilustração de médica usando jaleco, cabelos escuros na altura do ombro e braços cruzados. Ao seu lado, ilustração de útero em corpo feminino, para artigo sobre o que é estrogênio

 

O que é estrogênio?

O estrogênio é um dos dois hormônios sexuais que são associados a pessoas designadas como mulheres ao nascer. Isso quer dizer que inclui mulheres cisgênero, homens trans e pessoas não binárias com vaginas. 

 

Assim como a progesterona, o estrogênio desempenha um papel fundamental na nossa saúde reprodutiva, desde que se inicia a fase da puberdade, se estendendo por toda a vida fértil.

 

Qual é a função do estrogênio no corpo feminino?

Entre as funções do estrogênio, estão:

 

  • Promover o desenvolvimento das características sexuais secundárias, como seios, curvas do corpo e pelos, entre outras, na puberdade

  • Preparar o endométrio para uma possível gestação a cada ciclo menstrual.

  • Regular o ciclo menstrual.

  • Facilitar a fecundação, por ajudar no encontro do espermatozoide com o óvulo.

  • Tornar a relação sexual mais confortável, por manter as paredes vaginais espessas, elásticas e lubrificadas 🔥

 

Durante a perimenopausa, que é aquele período da vida imediatamente antes da menopausa, os níveis de estrogênio caem. Isso costuma causas sintomas como secura vaginal, alterações de humor, suores noturnos e ondas de calor. Talvez você já tenha ouvido sua mãe, uma tia ou amiga mais velha comentar sobre isso. Chegaremos todas lá 😅

 

Quais são os tipos de estrogênio?

Existem três tipos principais de estrogênio que são produzidos no nosso corpo. Veja só:

 

  • Estrona (E1): é a principal forma de estrogênio que o corpo da mulher produz após a menopausa. É uma forma mais fraca do hormônio e que o corpo pode converter em outras formas de estrogênio, conforme necessário.

  • Estradiol (E2): é a principal forma desse hormônio no corpo durante os anos reprodutivos. É a forma mais potente de estrogênio.

  • Estriol (E3): é a principal forma de estrogênio durante a gravidez, e ajuda a preparar o corpo nessa etapa da vida.

 

Como o estrogênio atua durante o ciclo menstrual?

Como adiantamos ao citar as funções do estrogênio, esse hormônio desempenha um papel fundamental na ovulação, e engrossa o revestimento do útero (endométrio) para prepará-lo para uma possível gravidez. Além disso, é o estrogênio que facilita o espermatozoide alcançar os gametas femininos, que são os óvulos, resultando na fecundação. 

 

Quais os impactos do estrogênio na saúde da mulher?

O estrogênio impacta a saúde da mulher de diversas maneiras. Pode interferir, por exemplo:

  

  • Nos níveis de colesterol.

  • Nos níveis de açúcar no sangue.

  • Na massa óssea e muscular.

  • Na circulação e fluxo sanguíneo.

  • Na produção de colágeno.

  • Na função cerebral.

 

Como se certificar de que o nível de estrogênio está adequado?

A perimenopausa é a fase em que costuma haver uma queda nos níveis de estrogênio natural e, por isso, é um grande sinal de que a menopausa está próxima. Nessa etapa da vida, é comum as mulheres irem em busca de como aumentar o estrogênio, para amenizar os sintomas da menopausa.

 

Mas é preciso ficar atenta, porque o baixo nível de estrogênio pode ocorrer em outras fases da vida, e aí isso pode significar alguns problemas de saúde, como: infertilidade, deficiência nutricional, síndrome de Turner, entre outras possibilidades.

  

Por isso, fique atenta aos seguintes sinais: 

 

 

Se esses sintomas surgirem na sua vida, vale a pena levar essa informação ao seu médico para que ele te oriente sobre possíveis causas e tratamentos.

 

Níveis de estrogênio estão consistentemente altos

Por outro lado, o excesso de estrogênio também é um problema, podendo significar: pólipos no útero, miomas, síndrome do ovário policístico, dor de endometriose, tumores ovarianos, entre outros.

  

Possíveis sintomas do estrogênio alto:

  

 

Para saber o nível de estrogênio, há um teste para medição por meio da coleta de sangue. Seu médico pode solicitar esse exame diante dos sintomas relatados.

 

Relação entre os métodos anticoncepcionais hormonais e a atuação do estrogênio

Os contraceptivos hormonais são compostos por formas sintéticas dos hormônios femininos estrogênio e progesterona.

 

métodos anticoncepcionais que levam apenas a progesterona (como o DIU Mirena) e outros que levam a combinação dos dois hormônios.

 

Antes de escolher o seu método contraceptivo, vá à ginecologista. Ela irá considerar os níveis de estrogênio para definir qual é o método contraceptivo mais indicado para o seu perfil. 

 

Tati Barros

Jornalista mineira, com mais de dez anos de experiência. É criadora e apresentadora do podcast Solteira Profissional, que aborda o universo de relacionamentos e sexualidade. Produz conteúdos para diversos veículos e formatos, com foco, especialmente, nas editorias de saúde, bem-estar e comportamento. Tem um grande interesse em pautas feministas e sempre está envolvida com essa temática.


Ficou com dúvidas? Kira Responde
Vem fazer parte da Comunidade Intimus®!
Troque ideias sobre suas experiências, tire dúvidas e interaja com meninas e mulheres como você, sobre menstruação ou qualquer outro assunto! Ah, tudo isso sem julgamentos, ok?
Além de toda a troca que você vai ter na comunidade, você ainda ganha recompensas!🏆
Juntas somos mais fortes. 🌸

Conteúdos pra você

Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!