Mioma-no-utero-1

Mioma no útero, quais são os sinais dessa doença silenciosa

30 de ago de 2022
comentários

Os miomas no útero são doenças silenciosas, mas podem dar alguns sinais. Saiba quais são eles!

 

Toda mulher deve ter um ginecologista para chamar de seu - inclusive as adolescentes! É superimportante ir ao médico regularmente para entender se tudo vai bem com a ppk e a saúde reprodutiva. Sem querer causar pânico, mas tem doenças que são silenciosas, como o mioma no útero e, para identificá-las e lidar com elas, só indo ao médico mesmo!

 

Mioma-no-utero-3

 

O que é mioma no útero?

Os miomas são tumores benignos do útero que aparecem com uma certa frequência - mais de 50% das mulheres desenvolvem essa condição ao longo da vida reprodutiva, segundo a Federação Brasileiras da Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

A palavra tumor pode assustar, mas foca no benigno, beleza? A doença no geral não é grave, mas pode ser incômoda. A maioria das mulheres, aliás, não sente nada, diz a Febrasgo, mas dependendo da localização e do tamanho do mioma, podem surgir os seguintes sintomas:

·      Sangramento menstrual intenso

·      Cólicas menstruais mais fortes

·      Dor na hora do sexo

·      Dores pélvicas

·      Dor na lombar

·      Dificuldades para engravidar

 

O que causa mioma no útero?

Médicos e cientistas não sabem ao certo o que causa mioma no útero, mas os principais fatores ligados ao seu aparecimento são predisposição genética e influência do hormônio estrogênio, um dos hormônios responsáveis pelo ciclo menstrual.

 

Então, se você estiver com alguns dos sintomas de mioma e o ginecologista desconfiar que esses tumores podem estar dentro de você ele irá fazer uma série de perguntas. Entre elas, se você tem histórico na família, pois pode ser um indicador. Portanto, conversar com a sua mãe, avós, tias, primas e outras familiares sobre saúde reprodutiva é superimportante! Essas informações que a gente coleta batendo um papo podem ser preciosas no momento do diagnóstico.

 

Também já deu pra perceber que não tem muito o que fazer para evitar os miomas, né? Só o que está em suas mãos é ir ao ginecologista se desconfiar que algo não vai bem. Assim, dá para tratar o quanto antes.

 

Como tratar mioma no útero?

Nem sempre é preciso tratar o mioma. Tudo depende do que ele está provocando no seu corpo. Se a resposta for um sonoro NADA, é bem possível que você não precise de tratamento. ☺️

 

Por outro lado, se o mioma for identificado como responsável por sangramento menstrual excessivo, aumento do volume abdominal, cólicas fortes ou outros sintomas incômodos, o ginecologista pode recomendar algum tratamento.

 

Além disso, se você quiser engravidar e o mioma estiver prejudicando as suas chances ou causando o chamado aborto por repetição (quando a mulher engravida várias vezes e sempre acaba abortando espontaneamente), também será preciso tratar.

 

Mioma-no-utero-2

 

Dependendo dos sintomas, o ginecologista poderá indicar o uso de hormônios para reduzir as cólicas ou até mesmo cortar a menstruação. O uso de remédios para a dor também pode ser adotado - mas nunca se automedique, tá bom?

 

A retirada do mioma - ou dos miomas, pois muitas vezes eles aparecem em grupinhos - também pode ser recomendada. Hoje, existem métodos muito menos invasivos e que nem exigem internação ou cortes enormes na barriga.

 

Portanto, se você receber um diagnóstico de mioma no útero, fique tranquila! A doença pode ser tratada. O importante é conhecer o próprio corpo, ficar de olho em qualquer sintoma incomum e ir ao ginecologista sempre 😉


Ficou com dúvidas? Kira Responde
Vem fazer parte da Comunidade Intimus®!
Troque ideias sobre suas experiências, tire dúvidas e interaja com meninas e mulheres como você, sobre menstruação ou qualquer outro assunto! Ah, tudo isso sem julgamentos, ok?
Além de toda a troca que você vai ter na comunidade, você ainda ganha recompensas!🏆
Juntas somos mais fortes. 🌸

Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!