Entenda as fases do ciclo menstrual
2 de ago de 2021

Entenda as fases do ciclo menstrual

Kira

Entender o ciclo menstrual com a nossa ferramenta é muuuito fácil

Com a Calculadora Menstrual Kira você entende mais do que apenas seus dias de menstruação, acompanhe e entenda o seu ciclo menstrual, período fértil e todos os momentos. Veja!

 

Conhecer as fases da menstruação ajuda a organizar sua vida de acordo com a variação dos hormônios.

 

Quem nunca foi surpreendida pela menstruação no meio de uma viagem ou pela cólica exatamente na véspera de uma prova superimportante não sabe o que é viver com fortes emoções! Ok, talvez não seja tão emocionante assim, mas saber mais ou menos prever quando sua menstruação vai chegar, quando você pode estar ovulando ou até mesmo a semana em que pode rolar a TPM faz diferença na sua vida, sim! Senta aí que eu te explico direitinho.

 

 

Basicamente, o ciclo menstrual tem esse nome porque sempre se repete. Então, se você começar a observar e anotar o que acontece com o seu corpo no calendário incrível que fizemos para você, consegue ter uma boa noção das próximas datas de menstruação, para se preparar para se exercitar de forma mais leve na TPM, para colocar aquela viagem na semana da ovulação e aproveitar o passeio cheia de energia e até mesmo agendar os próximos exames ginecológicos em um momento no qual você sabe que não estará menstruada. Para controlar a sua menstruação sem enrosco, chame a Kira!

Entender o ciclo menstrual com a nossa ferramenta é muuuito fácil!

● A fase folicular

O primeiro dia de menstruação é sempre o dia 1 do seu ciclo. Pense nele como o “inverno” do seu corpo: rola uma renovação das plantas, assim como do seu útero, com a troca das folhas e frutos. A menstruação dura em média uns 5 dias e a fase folicular, quando acontece a menstruação, é quando os hormônios estão nos níveis mais baixos no seu corpo – e por isso você sofre mais na academia nessa época, por exemplo. Depois da menstruação, seu corpo volta a produzir hormônios (principalmente o estrogênio) e pode rolar mais disposição e facilidade para treinos e exercícios mais pesados. Esse período todo dura em torno de 12 dias.

 

● A fase ovulatória

Depois, vem a fase ovulatória, que é a mais curta e quando rola a ovulação (sempre vale destacar). Nela, os níveis de estrogênio aumentam para amadurecer o óvulo, fazê-lo sair do ovário e viajar até o útero, onde pode ser fecundado. Liberado o óvulo, mais ou menos lá pelo 14º dia do seu ciclo, seu corpo diminui a quantidade de estrogênio e passa a produzir mais progesterona, que vai ajudar a preparar o útero. Essa fase seria a primavera do seu corpo, já que todo o seu sistema reprodutor está pronto para receber um possível embrião. Essa preparação é um pouco mais curta do que as outras duas do seu ciclo, dura mais ou menos 4 dias.

 

● A fase lútea

A última fase do seu ciclo é a lútea, quando o óvulo que não foi fecundado morre e é eliminado, junto com toda a camada do útero chamada de endométrio. Os níveis de estrogênio já estavam baixos desde a sua ovulação, e com a morte do seu óvulo, a progesterona também cai. E isso resulta na descamação do seu útero, o processo que chamamos de menstruação. Durante a fase lútea é que podem acontecer os sintomas da Tensão Pré-Menstrual, a TPM, a cólica e outros sinais da queda de hormônio no seu corpo, que podem ser bem diferentes, indo das espinhas no rosto até a problemas de sono. Essa etapa também dura em média 12 dias.

 

Toda essa contagem, da fase folicular à lútea, é a duração completa do ciclo menstrual, e pode ter de 24 a 35 dias. É importante anotar para que você conheça o seu corpo e os principais sinais que ele te dá em relação a essas etapas do ciclo.

 

 

Quando acontece a ovulação?

Depois da menstruação, no seu período fértil, por exemplo, você pode ter cólicas na região pélvica. Elas geralmente acontecem em um ponto diferente da cólica que você sente durante a menstruação, porque está relacionada à sua ovulação (e como a cada mês ela acontece em um ovário diferente), também vale anotar. Inclusive, muitas mulheres sabem que ovularam exatamente por essa dorzinha ou pelo corrimento dessa ocasião, que é diferente - parece clara de ovo na cor, mas é meio grudento, tipo o slime da sua prima mais nova. Esse também é um sinal da ovulação, e se você não usa nenhum método contraceptivo com hormônios, pode sim perceber essa secreção bem diferentona na calcinha.

 

Então a conta é: mais ou menos 14 dias depois do primeiro dia da menstruação provavelmente será o dia da sua ovulação, e outros 14 dias depois o ciclo se encerra com a sua nova menstruação. Contando a data da provável ovulação, você tem mais ou menos três dias antes e outros três depois como a sua “janela fértil”, o período em que seu corpo tá #partiufecundação e seu sistema reprodutor está pronto para receber o embrião.

 

Na época em que não se sabia muito sobre métodos contraceptivos e tals, nossas avós e tias mais velhas usavam o famoso método da “tabelinha” para não engravidar, que era basicamente não transar (a camisinha não era tão popular nem acessível nessa época, se é que existia) no período em que talvez o corpo estivesse ovulando.

 

Esse método nem sempre funcionou e deve ter pelo menos uma história na sua família de tabelinha #fail, porque o nosso ciclo pode ser influenciado por um monte de fatores, incluindo estresse, tristeza, ansiedade e até mesmo se você fez muita atividade física no mês (mais do que o seu normal). Tem quem diga que até a lua pode influenciar o nosso corpo, principalmente eventos como eclipses, equinócios e solstícios, e por isso, a dica de ouro é: não confie só nessa conta para se prevenir contra uma gravidez não desejada, apenas para programar viagens e outros eventos assim e ficar de olho no seu corpo.

 

O acompanhamento da calculadora menstrual também é uma ferramenta importante para monitorar a sua saúde: se, de repente, você percebeu que os ciclos que eram sempre super regulados ficaram bagunçados ou simplesmente desapareceram, procure sua médica. A menstruação é um sinal de saúde, e por isso a falta dela pode indicar que não tem algo funcionando direitinho por aí.

 

O que eu coloco na calculadora menstrual?

Quando abrir nossa calculadora menstrual, você vai colocar lá algumas informações, como a data da sua última menstruação, quantos dias mais ou menos dura sua menstruação, a intensidade do fluxo, a duração do ciclo e se você usa algum método contraceptivo.

 

A partir daí, tem disponível em Kira o seu calendário menstrual, com as possíveis datas das próximas ovulações e menstruações, além de saber quais são as suas chances de engravidar ao longo do mês. Você também pode registrar todo e qualquer sintoma do seu ciclo lá no aplicativo e até mesmo consultar nosso FAQ com respostas para dúvidas frequentes respondidas por especialistas.

 


Queremos te escutar!

Estamos sempre buscando melhorar nossa plataforma. Deixe sua opinião aqui

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se