desequilibrio-hormonal-1

Desequilíbrio hormonal, causas, sintomas e consequências

5 de jan de 2023
comentários

O desequilíbrio hormonal em pessoas que menstruam pode ser provocado por uma série de condições, como síndrome do ovário policístico e problemas na tireoide

Os hormônios são os mensageiros do corpo. Eles viajam pela corrente sanguínea, pelos tecidos e órgãos regulando funções e processos, como a sensação de fome, nossos níveis de cansaço e, é claro, nosso ciclo menstrual. Quando há um desequilíbrio hormonal em mulheres, a menstruação pode ficar toda bagunçada. Daí, é preciso investigar as causas junto de médicos como o ginecologista e o endocrinologista.

 

desequilibrio-hormonal-2

 

Desequilíbrio hormonal feminino: o que é? 

Três principais hormônios regulam o nosso ciclo menstrual

 

Estrogênio

O estrogênio é um dos grandes responsáveis pela nossa saúde sexual e reprodutiva. Os ovários produzem a maior parte desse hormônio em mulheres cisgênero, homens transgênero e pessoas não binárias que têm vagina. O estrogênio ajuda a regular o ciclo menstrual e também atua no coração, vasos sanguíneos, ossos, seios, pele, cabelo, mucosas, músculos da região pélvica e até no cérebro!

 

Ele estimula a produção de pelos na ppk e nas axilas, por exemplo. Altos níveis deste hormônio também podem provocar alterações no humor e no sono, além de aumentar os riscos de condições como os miomas uterinos. 

 

Progesterona

A progesterona é a outra protagonista do ciclo menstrual. Este hormônio é produzido pelos ovários para preparar o endométrio, a camada que reveste o útero, para uma possível gravidez. Ele "engrossa" essa camada para receber o óvulo fecundado e permitir que o bebê se desenvolva. Se a pessoa não engravidar naquele ciclo, os níveis de progesterona caem e a menstruação desce. 

 

Quando os níveis de progesterona estão desregulados, podemos ficar mais irritadas e a libido pode cair. Também podemos ficar mais cansada, desconcentradas e até ganhar peso. 

 

Testosterona

Muita gente associa a testosterona a homens cisgênero, homens transgênero e pessoas não binárias que nasceram com o sistema reprodutor masculino. No entanto, quem nasceu com ppk também produz testosterona, mas em níveis mais baixos. 

 

Ela atua na libido, na manutenção dos músculos e na redução da gordura. Também oferece melhor condicionamento da estrutura óssea, proteção cardiovascular e desempenho cognitivo. Quando a testosterona está alta, podemos perceber o aumento de características consideradas masculinas, como corpo mais peludo e voz mais grossa, além da acne hormonal, que incomoda tanta gente durante a puberdade.

 

Por outro lado, níveis baixos demais de testosterona podem derrubar a libido e prejudicar a distribuição de músculos e gordura no corpo.

 

Os sintomas do desequilíbrio hormonal feminino são provocados sobretudo por níveis mais altos ou mais baixos do que o normal de estrogênio, progesterona e testosterona. Mas por que isso acontece? 


O que causa desequilíbrio hormonal?

Muitos fatores podem estar por trás do desequilíbrio nos níveis de progesterona, estrogênio e testosterona. Pode ser uma condição de saúde, ou até um hábito seu, como dormir pouco ou se alimentar de forma inadequada.

 

A síndrome dos ovários policísticos é um distúrbio hormonal bastante comum em pessoas que menstruam. A condição, também chamada de SOP, provoca cistos no ovário, pequenas bolsas (ou bolas) com material líquido ou semissólido dentro. 

 

A endometriose é outra condição relativamente comum que envolve o sistema hormonal feminino. O Ministério da Saúde a define como uma "doença inflamatória provocada por células do endométrio que, em vez de serem expelidas durante a menstruação, se movimentam no sentido oposto e caem nos ovários ou na cavidade abdominal, onde voltam a multiplicar-se e a sangrar".

 

É como se você tivesse uma menstruação rolando todo mês fora do seu útero e, por isso, podem ocorrer dores muitos fortes e sangramentos intensos.

 

Problemas em glândulas como a tireoide também podem bagunçar os hormônios sexuais. A tireoide é uma glândula em formato de borboleta, localizada na parte anterior do pescoço, que produz hormônios que afetam diretamente o ciclo menstrual. 

 

Condições como o hipotireoidismo (quando a tireoide produz pouco hormônio), ou hipertireoidismo (quando produz hormônio demais) podem afetar o ciclo menstrual. 

 

Alguns tipos de câncer também podem provocar desequilíbrios hormonais. Conhecer o próprio corpo é fundamental para estar atenta a qualquer mudança importante e procurar o médico.

 

desequilibrio-hormonal-3

 

Desequilíbrio hormonal feminino: como tratar

Quando se trata de ciclo menstrual e hormônios femininos, o seu ginecologista de confiança é a primeira pessoa a quem você deve recorrer se notar qualquer sintoma estranho, como alterações bruscas no seu ciclo menstrual, cólicas e sangramento muito intensos, ganho de peso repentino, cansaço excessivo e assim por diante.

 

O ginecologista irá investigar o que você tem e recomendar que você consulte um endocrinologista, o médico que cuida do sistema hormonal, ou outro especialista de acordo com a possível causa.

 

Algumas condições podem ser tratadas com o uso de hormônios que ajudam a regular o ciclo menstrual, como pílulas, injeções e outros métodos contraceptivos hormonais. Mas talvez seja preciso tomar medicamentos específicos que regulam a ação da tireoide, por exemplo.

 

O sistema endócrino é bastante complexo e está envolvido em basicamente todas as funções do corpo. Por isso, quando os hormônios estão meio bagunçados, nossa qualidade e vida pode ficar bastante prejudicada. Preste atenção aos sinais que o corpo dá e busque ajuda 😉

 

 

Camila Luz 
Jornalista formada pela Cásper Líbero, estudou Mídias Internacionais na Université Paris 8 e é mestre em Jornalismo e Direitos Humanos, com especialização em Diplomacia, pela Sciences Po Paris. Escreve sobre saúde, ciência e tecnologia desde 2016, com maior dedicação à saúde da mulher. Também é consultora em comunicação para organizações internacionais. Vive em Washington D.C. (EUA) e é fã assídua dos livros da Elena Ferrante.


Ficou com dúvidas? Kira Responde
Vem fazer parte da Comunidade Intimus®!
Troque ideias sobre suas experiências, tire dúvidas e interaja com meninas e mulheres como você, sobre menstruação ou qualquer outro assunto! Ah, tudo isso sem julgamentos, ok?
Além de toda a troca que você vai ter na comunidade, você ainda ganha recompensas!🏆
Juntas somos mais fortes. 🌸

Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!