Ilustração de útero com mãos femininas abaixo e flores ao redor, para artigo sobre cervicite

Cervicite: sintomas e tratamentos da infecção no colo do útero

15 de abr de 2024
comentários

Cervicite pode ser crônica ou aguda e acontece quando o colo uterino feminino, o cérvix, contém uma inflamação. Vem saber mais!

Quando falamos em sexo seguro, qual é a primeira palavra que vem à sua cabeça? Tomara que a resposta seja camisinha! E são mil os motivos para que esse método contraceptivo seja o seu maior aliado. Além de evitar uma gravidez indesejada, o preservativo é o único meio de te manter distante de uma série de doenças e infecções, como a cervicite

 

LEIA TAMBÉM:

 

  

Ilustração de mulher de cabelos escuros e longos com as mãos em frente à região íntima, para artigo sobre o que é cervicite. Ela veste camiseta de manga longa branca e calça vermelha. Há plantas ao seu redor

 

 

O que é cervicite?

A cervicite, também chamada de endocervicite, é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) que causa inflamação e irritação do colo do útero. 

 

Os principais agentes dessa doença são a Chlamydia trachomatis e a Neisseria gonorrhoeae (bactérias que causam a clamídia e a gonorreia, respectivamente)

 

Mas vale dizer que até o vírus do herpes simples pode causar a cervicite, além de alguns tipos de fungos.

 

Se essa doença não for diagnosticada ou tratada, pode resultar em doença inflamatória pélvica, que traz como consequências a infertilidade e a dor pélvica crônica.

 

Quais os sintomas da cervicite?

Entre 70% e 80% dos casos de cervicite são assintomáticos - ou seja, não apresentam sintomas. No entanto, quando há sintomas, as principais queixas são:

 

 

Quando a infecção ocorre em uma mulher grávida, há riscos de partos prematuros e outras complicações, por isso o acompanhamento da gestante e do bebê por um profissional da saúde durante a gravidez é tão importante.

 

Como tratar cervicite

A boa notícia é que a cervicite tem cura! No entanto, o seu tratamento vai variar de acordo com a causa da infecção.

 

Quando ocorre por vírus, são usados remédios antivirais. Em casos de infecções por fungos, deve-se usar medicamentos antifúngicos.

 

Quando bacteriana, são indicados antibióticos via oral e pomadas antibióticas para aplicar na vagina. 

 

Então, nada de se automedicar. Sentiu algum sintoma, tem que ir ao médico mesmo, pois só o profissional de saúde vai poder identificar o que está acontecendo com você e indicar o melhor tratamento.

 

Dica para prevenir cervicite

Os principais fatores de risco para a cervicite são:

 

  • Idade entre 15 e 24 anos;

  • Uso inconsistente de preservativo;

  • Múltiplas relações sexuais;

  • ISTs prévias.

 

Assim como em qualquer IST, não tem fator de proteção mais importante do que o uso de preservativos em todas as relações sexuais. Então, camisinha sempre!

 

Tati Barros

Jornalista mineira, com mais de dez anos de experiência. É criadora e apresentadora do podcast Solteira Profissional, que aborda o universo de relacionamentos e sexualidade. Produz conteúdos para diversos veículos e formatos, com foco, especialmente, nas editorias de saúde, bem-estar e comportamento. Tem um grande interesse em pautas feministas e sempre está envolvida com essa temática.

 


Ficou com dúvidas? Kira Responde
Vem fazer parte da Comunidade Intimus®!
Troque ideias sobre suas experiências, tire dúvidas e interaja com meninas e mulheres como você, sobre menstruação ou qualquer outro assunto! Ah, tudo isso sem julgamentos, ok?
Além de toda a troca que você vai ter na comunidade, você ainda ganha recompensas!🏆
Juntas somos mais fortes. 🌸

Conteúdos pra você

Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!