pilula-do-dia-seguinte-1

Pílula do dia seguinte atrasa a menstruação? Vem saber tudo sobre esse método

22 de dez de 2022
comentários

A pílula do dia seguinte é um método de emergência que pode atrasar a menstruação ou desregular o ciclo. Vem entender como ela funciona e quando tomar!

A pílula do dia seguinte é considerada um método contraceptivo de emergência, pois só deve ser usado em último caso mesmo. Ela bombeia o corpo com hormônios para evitar que a fecundação aconteça e que o embrião se implante no útero. Por ser essa bomba hormonal, pode acabar provocando alguns efeitos colaterais, inclusive fazer a menstruação descer mais tarde. Então, vale saber que a pílula do dia seguinte atrasa a menstruação em algumas pessoas.

 

pilula-do-dia-seguinte-2

 

O que é a pílula do dia seguinte?

A pílula do dia seguinte é um método relativamente novo, fruto de estudos do médico canadense Albert Yuzpe entre os anos 1960 e 1972. Ele descobriu que o uso de uma superdosagem de pílulas anticoncepcionais orais comuns provocava a prevenção da gravidez também depois da relação sexual.  

 

Mas ela não é um método contraceptivo que você pode usar no dia a dia, tá? Vamos entender melhor isso!

 

A pílula do dia seguinte funciona? 

A pílula do dia seguinte é feita de compostos hormonais concentrados e precisa ser usada rapidamente após a relação sexual para ter efeito. Você precisa ler a bula com atenção, mas, em geral, deve-se tomá-la até 72 horas após a relação. Depois disso, já era 👎, o método perde sua eficácia e você estará sujeita a engravidar caso tenha transado sem camisinha e não faça uso de nenhum outro tipo de contracepção. 

 

Existe um mito de que o comprimido provoca aborto, o que não é verdade. Seu efeito no organismo ocorre antes mesmo da gravidez: se a fecundação ainda não aconteceu, o medicamento age dificultando o encontro do espermatozoide com o óvulo. Mas se a fecundação já aconteceu, ela não causa danos ao embrião.

 

Existem pílulas de dose única ou duas doses. Ler a bula com atenção é fundamental para usar o método direitinho e evitar falhas.

 

A pílula do dia seguinte atrasa a menstruação? 

A pílula do dia seguinte foi revolucionária na vida das mulheres, assim como outros métodos contraceptivos. Eles trazem uma liberdade grande, pois permitem que a gente explore nossos desejos sem o risco de uma gestação indesejada. No entanto, nem tudo são flores, como se costuma dizer, e a pílula do dia seguinte tem efeitos colaterais sim!

 

A pílula do dia seguinte pode provocar os seguintes efeitos colaterais:

 

  • Dor de cabeça

  • Náuseas

  • mitos

  • Fadiga

  • Dor nas mamas

  • Escapes de sangue

  • Menstruação desregulada

 

 

Como a menstruação pode ficar desregulada, pode acabar atrasando mesmo. Portanto, não é certo que a pílula do dia seguinte atrasa da menstruação, mas em alguns casos, pode acontecer. 

 

Em uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, 28% das usuárias relataram que a pílula atrasou a menstruação em até um pouco mais de sete dias. Isso ocorre porque a base do método é a progesterona, um dos hormônios que participar da regulação do ciclo menstrual. Em altas doses, pode inibir a ovulação e, então, a menstruação desce mais tarde. 

A pílula do dia seguinte funciona no período fértil? 

Sim, a pílula do dia seguinte pode ser tomada em qualquer momento do ciclo menstrual. O importante é tomar o mais rápido possível, logo após a relação sexual, para que sua eficácia seja maior. 

 

 

pilula-do-dia-seguinte-3

Quando tomar a pílula do dia seguinte? 

Você pode tomar a pílula do dia seguinte se tiver feito sexo desprotegido ou se o método que você utiliza tiver falhado. O bom e velho "a camisinha rasgou" é um dos principais motivos para apelar para a contracepção de emergência.

 

Segundo o Ministério da Saúde, outras falhas também podem ocorrer, como:

 

 

Mas olha só: se você está em uma das situações acima, mas transou de camisinha e deu tudo certo, não há motivo para tomar a pílula do dia seguinte. Ela é recomendada só se houver falha dos métodos contraceptivos usados.

 

Além disso, como o método de emergência possui muito hormônios, não é recomendado tomá-lo sempre. Seu uso deve ser ocasional mesmo. Se você não faz uso de nenhuma contracepção e não deseja engravidar, converse com o seu ginecologista e tenha um plano. 

 

Onde conseguir a pílula do dia seguinte? 

Você pode pedir a pílula do dia seguinte em qualquer farmácia sem a necessidade de receita médica, ou ir a um posto de saúde. A distribuição é liberada pelo SUS sem receita médica desde 2017. Mas não se esqueça: a pílula do dia seguinte não pode, de forma alguma, ser usada como um anticoncepcional de rotina. Seu uso contínuo faz com que ela perca o efeito e ainda pode causar complicações para o seu corpo. Use esse método apenas quando tiver uma emergência, tá bem?


Ficou com dúvidas? Kira Responde
Vem fazer parte da Comunidade Intimus®!
Troque ideias sobre suas experiências, tire dúvidas e interaja com meninas e mulheres como você, sobre menstruação ou qualquer outro assunto! Ah, tudo isso sem julgamentos, ok?
Além de toda a troca que você vai ter na comunidade, você ainda ganha recompensas!🏆
Juntas somos mais fortes. 🌸

Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!