diafragma-contraceptivo-1

Diafragma contraceptivo. Você conhece esse método para evitar gravidez?

4 de nov de 2022
comentários

Conheça esse método contraceptivo de barreira que não possui hormônios

Quando o assunto é métodos contraceptivos, a pílula e o DIU, em uso combinado com a camisinha, aparecem como os tipos mais comuns – e bem eficazes. Mas há uma opção ainda pouco falada no Brasil, embora seja bem antiga: o diafragma contraceptivo. Já ouviu falar sobre como ele funciona?

 

diafragma-contraceptivo-2

O que é diafragma contraceptivo?

Também chamado de diafragma vaginal, é um tipo de método contraceptivo de barreira que tem como objetivo evitar que o esperma entre no útero e, por isso previne a gravidez. Ele é especialmente indicado para mulheres que não podem usar hormônios. 

 

Como o diafragma vaginal funciona

Esse método contraceptivo de barreira se parece com um capuz côncavo, possui a borda flexível, feito de látex ou silicone, e é introduzido pela própria mulher em sua vagina. O diafragma possui um tamanho individual e o médico ginecologista deve medi-lo, para que sua borda encaixe perfeitamente atrás do púbis.  

 

Ele deve ser colocado, no máximo, duas horas antes de uma relação sexual de modo que cubra o colo do útero. Há quem use juntamente com o espermicida para aumentar as chances de prevenção de gravidez.

 

É muito importante que o diafragma não permaneça mais do que 24 horas dentro do corpo, viu? Na verdade, o recomendado é que ele seja retirado entre seis e oito horas após a relação sexual.

 

As vantagens do diafragma contraceptivo

O diafragma contraceptivo é um método seguro quando introduzido corretamente e não traz prejuízo à saúde da mulher. Outra vantagem é que ele é distribuído gratuitamente pelo SUS e previne algumas DSTs (doenças sexualmente transmissíveis), como a clamídia. Também não atrapalha o aleitamento materno.

 

Esse é um método bem fácil de usar, desde que a mulher receba orientação e treinamento médicos. A vida média útil do diafragma é em torno de três anos, se usado corretamente.

 

As desvantagens do diafragma vaginal

Infelizmente, esse é um método contraceptivo de barreira que tem algumas desvantagens, como:

 

  • Falha de 16%, quando não usado corretamente;

  • Necessita de medição e instruções claras do profissional de saúde, incluindo exame pélvico - então não é só comprar e usar, como a camisinha;

  • Não protege contra HIV, HPV, herpes genital e trichomonas (uma infecção vaginal causada por protozoário);

  • Pode causar corrimento vaginal intenso de odor fétido, caso seja deixado por muito tempo no local;

  • Chances de provocar dor pélvica, cólicas ou retenção urinária;

  • Aumento do risco para infecção urinária;

  • Pode provocar alergia ao látex, apesar de raro;

  • Não é indicado para quem tem alergia ao látex e casos recorrentes de candidíase

 

 

diafragma-contraceptivo-3

 

Antes de investir nesse método contraceptivo de barreira, não deixe de marcar uma consulta no ginecologista, hein? Não é porque sua amiga usa que quer dizer que essa é uma boa opção também para você. 

 

E, como dica final, use sempre camisinha! Porque só ela te protege das DSTs 💛

 

 

Tati Barros

Jornalista mineira, com mais de dez anos de experiência. É criadora e apresentadora do podcast Solteira Profissional, que aborda o universo de relacionamentos e sexualidade. Produz conteúdos para diversos veículos e formatos, com foco, especialmente, nas editorias de saúde, bem-estar e comportamento. Tem um grande interesse em pautas feministas e sempre está envolvida com essa temática.


Ficou com dúvidas? Kira Responde
Vem fazer parte da Comunidade Intimus®!
Troque ideias sobre suas experiências, tire dúvidas e interaja com meninas e mulheres como você, sobre menstruação ou qualquer outro assunto! Ah, tudo isso sem julgamentos, ok?
Além de toda a troca que você vai ter na comunidade, você ainda ganha recompensas!🏆
Juntas somos mais fortes. 🌸

Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!