hpv
Pra ficar atenta: Sintomas do HPV
16 de dez de 2021

Pra ficar atenta: Sintomas do HPV

Kira

Entenda mais sobre como se pega HPV e os sintomas da doença

Você conhece o HPV? É um vírus comum e para o qual já existe até vacina. Separamos um tanto de informações sobre os sintomas do HPV e como se pega a doença. Vem ler!


desenho de algumas mulheres juntas observando um painel com a figura de um vírus com uma placa escrito HPV

O que é HPV

O HPV é uma doença tão comum que, em média, mais da metade dos jovens brasileiros já tiveram e 80% das mulheres sexualmente ativas já tiveram contato com o vírus. A verdade é que o HPV é tão comum que todas as pessoas sexualmente ativas terão contato com o vírus em algum momento da vida. Mas calma, não precisa entrar em pânico.

 

HPV é a sigla em inglês para o papilomavírus humano, um vírus capaz de infectar a pele ou as mucosas (como a boca, ou os órgãos genitais). Existem mais de 150 tipos diferentes de HPV, sendo que cerca de 40 tipos podem infectar a região da ppk ou ânus.

Sintomas do HPV

Em geral, o HPV não tem sintomas, a não ser que o tipo seja daqueles que dá pequenas verrugas. Alguns HPVs podem fazer surgir essas bolhinhas que aparecem em grupo ou sozinhas, indicando que algo não vai bem.

 

Se você perceber feridas na ppk, ânus ou virilha, vá ao médico e pare de ter relações sexuais. Melhor ter certeza do que se trata e fazer o tratamento pra você mesma ficar bem e não passar o vírus pra ninguém.

 

A boa notícia é que, na maioria dos casos, as verrugas não evoluem para câncer. A maioria das pessoas que pega HPV não descobre que teve o vírus, mas o melhor jeito de se cuidar é indo ao ginecologista regularmente e cuidando da prevenção – no caso, camisinha sempre!

desenho de uma médica fazendo o exame físico em sua paciente

A vacina do HPV

Atualmente já existe uma vacina de HPV, e vale a pena ir atrás dela - inclusive, está disponível na rede pública de saúde. O HPV, além das verruguinhas incômodas na região íntima, pode evoluir para câncer de colo do útero e, apesar de ser tão comum e praticamente todo mundo entrar em contato com o vírus, ele é coisa séria quando vai para esse estágio.

 

A vacina e o uso de preservativo (a boa e velha camisinha) são o melhor jeito de prevenir a infecção pelo HPV – um vírus que ainda não tem cura.



Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se