desenho de uma menina se abraçando
Lubrificantes vaginais e a saúde da mulher
13 de mai de 2022

Lubrificantes vaginais e a saúde da mulher

Kira

Os lubrificantes vaginais são bons aliados na hora do sexo, mas na verdade a lubrificação da vagina é importante em outros momentos. Vem saber mais 

Os lubrificantes vaginais são relativamente populares quando se fala de sexo, porque costumam facilitar a penetração e podem trazer mais conforto para nós mulheres. Mas você sabia que não é só na hora do sexo que é importante estar com a ppk lubrificada?

 

A lubrificação vaginal é mais uma novidade que chega com a puberdade - especialmente quando a nossa lista de crushs aumenta e, eventualmente, a gente começa a ter relações íntimas. Geralmente, o desejo sexual é o responsável pela percepção de que estamos lubrificadas, como se a vagina estivesse molhada mesmo.

desenho de uma menina com os olhos fechados e as mãos na frente do útero formando um coração

 

Boa lubrificação para uma vagina saudável
Só que não é só na hora do sexo que a lubrificação importa. O líquido natural responsável pela lubrificação é produzido no colo do útero, que fica no final da parte interna da vagina, e ele tem também a função de proteger a região íntima feminina, reduzindo o risco de infecções externas.

 

Quando isso não acontece, a mulher tem o que se chama de secura vaginal, uma condição que costuma atingir as pessoas mais velhas, principalmente durante a menopausa, que é o período da vida em que as menstruações ficam mais irregulares até pararem de vez. Essa falta de lubrificação na ppk é provocada pela queda do hormônio sexual estrogênio. Em outras fases da vida, a falta de lubrificação também pode ocorrer, geralmente em mulheres que acabaram de dar à luz ou estão amamentando. Tratamentos de câncer e uso de medicamentos que reduzem os níveis de estrogênio também podem provocar a secura vaginal.

É importante você saber que a lubrificação vaginal não acontece da mesma forma em todas as mulheres. Então, altos níveis de lubrificação na ppk na hora da relação sexual não é motivo de vergonha, assim como a secura vaginal também não é. Só que se você perceber que está com pouca lubrificação, a ponto de te atrapalhar em alguma situação, é importante procurar o ginecologista e fazer uma avaliação para entender se há algum problema e saber como lubrificar a vagina.

 

Como aumentar a lubrificação da vagina
Os lubrificantes vaginais são as soluções mais conhecidas quando se trata de melhorar a lubrificação da ppk na hora de transar. Eles podem diminuir o desconforto e a irritação na hora da relação e depois dela.

 

Na hora de escolher lubrificantes vaginais, prefira aqueles à base da água, porque as opções à base de óleo podem causar irritação e diminuir a eficácia da camisinha. Além disso, sempre compre produtos de qualidade e certificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Anotado?

 

Você também pode conversar com o seu ginecologista sobre a possibilidade de usar lubrificantes naturais, como o óleo de coco. Mas, olha, #ficaadica: toma cuidado com receitas milagrosas que você vê na internet. Não use nada na sua ppk sem antes consultar um profissional de saúde.

 

Além dos lubrificantes vaginais, existem cremes ginecológicos próprios que podem ajudar a deixar a vagina mais lubrificada. E aqui também vale consultar a opinião do seu médico.

 

Mais uma coisa: qual é o sabonete que você está usando para limpar a sua ppk? O mais indicado é usar um sabonete neutro ou hipoalergênico e água para lavar a parte externa da vulva, ou um sabonete íntimo, próprio para a região. E bora lembrar que a gente só lava a parte externa da ppk, ok? Nada de lavar lá dentro, no canal vaginal. A vagina é autolimpante e faz essa parte sozinha! Ah, e na hora de lavar as suas calcinhas, também prefira o sabão neutro.

 

desenho de duas meninas com cabelo rosa deitadas na cama com um coração em cima delas

 

Lubrificação e desejo sexual
Os lubrificantes vaginais podem ser uma ajudinha extra na hora do sexo, só que a falta de lubrificação na ppk também pode ser sinal de nervosismo ou simplesmente falta de vontade. Já parou pra pensar nisso?

 

Se você estiver se sentindo nervosa ou pouco à vontade com seu parceiro ou a sua parceira, converse com ele ou ela sobre a possibilidade de ir mais devagar. Trocar beijos e carícias ajuda bastante. Mantenha o diálogo aberto e lembre-se: você não é obrigada a ter relações sexuais com ninguém, nem mesmo com o seu namorado ou a sua namorada. O importante é se sentir segura, relaxada e, principalmente, ter vontade de sobra.


Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se