desenho de três meninas conversando
10 mitos e verdades sobre o uso de absorventes internos
20 de jan de 2022

10 mitos e verdades sobre o uso de absorventes internos

Kira

O uso de absorvente interno pode trazer mais conforto para o seu período menstrual, mas será que tem algum risco? Veja mitos e verdades. 

A lista é longa quando se fala dos mitos sobre o uso de absorvente interno. E a verdade é que tá tudo certo ter esse monte de dúvidas, afinal, é algo que estamos inserindo dentro da nossa ppk e a gente quer saber se é seguro e se vai mesmo dar conta de segurar o sangue menstrual.

 

desenho de um absorvente interno

 

Então a gente vai esclarecer 10 dúvidas sobre absorvente interno aqui neste texto. Porque a gente só quer ser feliz, se sentir confortável, saudável e sequinha inclusive durante o período menstrual 😉.

Bora entender melhor esse universo dos absorventes internos? Vem saber o que é verdade e o que não passa de lenda.

 

1. Com quantos anos posso usar absorvente interno?

É um mito dizer que tem idade mínima para usar absorvente interno. Muitas meninas se perguntam com quantos anos podem usar esse absorvente, mas a verdade é que não há idade mínima. Se você estiver confortável com a ideia, é possível usar desde a primeira menstruação.

 

Na hora de escolher o absorvente, é importante conhecer os diferentes tamanhos. Os maiores absorvem mais sangue e são adaptados para fluxos intensos. Além disso, pode ser boa ideia usar absorvente interno com aplicador, uma espécie de tubo de plástico que te ajuda a inserir o absorvente corretamente na vagina. Quando o absorvente está bem colocado, a gente não sente nada e apenas a cordinha fica visível, do lado de fora da ppk, para que você possa puxar e retirar o absorvente interno na hora da troca.

 

Se você tiver dúvidas, não deixe de pedir ajuda pra a sua mãe, uma amiga ou outra pessoa em quem confia.

 

2. Quem é virgem pode usar absorvente interno?

Sim, meninas virgens podem usar absorvente interno sem problemas. Mas o absorvente interno pode romper o hímen, que é a membrana protetora localizada na entrada do canal vaginal e acompanha a gente até que se tenha uma relação sexual com penetração? Olha, o hímen pode sofrer pequenos rasguinhos ou se alongar com o uso do absorvente interno, mas isso não é comum e é algo que pode acontecer durante um exame ginecológico ou a prática de exercícios físicos intensos. Ele não vai romper, fica tranquila.

 

Além disso, o grande mito é associar o rompimento do hímen à perda da virgindade. Só que o próprio conceito de ser virgem ou não vem mudando com o tempo. Antes, apenas as relações sexuais com penetração marcavam a perda da virgindade. Hoje, a gente amplia essa conversa. Sexo oral, por exemplo, também é sexo, mas não leva necessariamente ao rompimento do hímen!

 

Nenhum aspecto físico da mulher, incluindo a ausência do hímen, determina se ela é virgem ou não.

 

3. O uso de absorvente interno é prejudicial?

Se a gente usa um produto de qualidade, aprovado pela Agência Nacional e Vigilância Sanitária (Anvisa) e da forma correta, o uso de absorvente interno é seguro.

 

É importante saber que o uso de absorvente interno pode provocar a Síndrome do Choque Tóxico, uma condição grave provocada por toxinas presentes no produto. Só que isso é tão, mas tão raro que essa condição é praticamente inexistente hoje - e também pode ser provocada por outros fatores como a picada de determinados insetos. De toda forma, para evitar qualquer problema, sempre troque o absorvente interno em intervalos de até oito horas (no máximo!). E vale o alerta: se sentir qualquer desconforto estranho, como febre sem explicação, e estiver usando um absorvente interno, retire o produto e procure avaliação médica.

 

4. Por quantas horas posso usar absorvente interno?

Você deve seguir as instruções indicadas na embalagem do produto. De forma geral, o absorvente interno costuma ser utilizado por quatro a oito horas no máximo. Nunca ultrapasse o limite de tempo indicado e, se sentir que está vazando, faça a troca.

 

5. O absorvente interno pode se perder dentro da vagina?

Um filme de terror isso aí, né? Mas é mito, então fica tranquila! Perder o absorvente dentro da vagina é um medo de muitas meninas, mas esse risco não existe porque o absorvente interno simplesmente não tem pra onde ir! O colo do útero é um pequeno canal que comunica a vagina com o interior do útero, e ele é mesmo muito pequeno, não tem como o absorvente passar por ele. Então fica tranquila.

 

6. Como tirar o absorvente interno corretamente?

O processo de colocar o absorvente interno pode ser um desafio para quem começou a menstruar e vai experimentar pela primeira vez esse maravilhoso mundo (sim, maravilhoso porque ele te dá muuuita liberdade, tipo, pra ir à piscina, entrar no mar etc). Mas nada que a prática não resolva! Agora, tirar o absorvente interno é a coisa mais fácil desse mundo. A cordinha que fica pra fora da ppk está ali pra facilitar esse processo. Tudo o que você precisa fazer é ficar relaxada e puxá-la delicadamente, no mesmo ângulo em que o absorvente foi colocado. Pronto, saiu 😊

 

7. Quem usa DIU pode usar absorvente interno?

Quem usa métodos contraceptivos como o dispositivo intrauterino (DIU) ou o anel contraceptivo pode usar absorvente interno sem problemas. Esses métodos permanecem no útero, e não na vagina, então não há risco algum.

 

8. Pode fazer xixi usando absorvente interno?

Pode sim! Xixi liberado 😉 Sabe por quê? A parte externa da ppk é o que se chama de vulva e a vagina é a abertura maior da ppk, que se comunica com o útero. É pela vagina que sai o sangue menstrual, que acontece a penetração nas relações sexuais e também por onde sai o bebê no parto normal ou natural. Já a uretra é a abertura menor, que fica acima da vagina, e é desse buraquinho que sai o xixi. O absorvente interno a gente coloca no canal da vagina, e o xixi sai pelo canal urinário (na uretra). Cada um no seu quadrado.

 

desenho de uma menina de maiô nadando na piscina

 

9. Pode nadar usando absorvente interno?

Para nadar livremente no mar, rio ou piscina o melhor absorvente é o absorvente interno. Não há motivos pra deixar de colocar seu biquíni preferido e curtir a água se estiver menstruada. O absorvente interno está aí pra isso. Aproveite!

 

10. Quanto tempo depois do parto posso usar absorvente interno?

Pode não ser uma boa ideia usar absorvente interno logo depois do parto - ainda mais se foi um parto normal ou natural. Lembra que um bebê acabou de passar por ali? A vagina ainda pode ter algum machucadinho provocado pelo nascimento do seu filhote. Então, por segurança, espere a sua primeira consulta pós-natal (depois do parto) e pergunte ao médico se já está liberado o uso do absorvente interno. Combinado?

 

Conta pra nossa comunidade como é usar absorvente interno pra você aqui embaixo 😉


Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se