Pra ficar atenta: o que corta o efeito do anticoncepcional?
23 de mar de 2022

Pra ficar atenta: o que corta o efeito do anticoncepcional?

Kira

Será que é verdade que antibiótico corta o efeito do anticoncepcional? Vem saber!

O anticoncepcional é um dos métodos contraceptivos mais populares e efetivos para não engravidar. Segundo o Índice de Pearl, que mede a efetividade dos métodos contraceptivos, a cada 100 mulheres que usam a pílula, apenas 0,3 engravidam – menos de 1 pessoa, portanto. Mas mesmo sendo tão confiável, ao ler a bula de qualquer anticoncepcional, é normal ter dúvidas. Existem ali alertas sobre interações com outros medicamentos e para queda de efetividade no caso de vômitos ou diarreias. Aí, bate a insegurança: o que corta o efeito do anticoncepcional?

 

Fomos conversar com a ginecologista Rebeca Gerhardt sobre isso. Chega de dúvida!

 

 

desenho de três amigos sentados na sala de estar conversando

 

Álcool corta o efeito do anticoncepcional?

Na verdade, o álcool em si não corta o efeito do anticoncepcional. O que pode acontecer é que, quem bebe demais, pode acabar vomitando. E vomitar pode significar eliminar o anticoncepcional que você tomou e ainda não foi absorvido pelo organismo.

 

Então pode beber, só não pode exagerar e passar mal – mas isso vale até pra quem não toma anticoncepcional, né?

 

Que remédios cortam o anticoncepcional?

Muita gente se pergunta se remédios como amoxicilina, azitromicina, ibuprofeno, nimesulida ou dipirona cortam o efeito do anticoncepcional. A dra. Rebeca diz que, na verdade, existe só uma classe de tratamento com antibiótico e outra para tratamento neurológico muuuuito específicas que cortam o efeito do anticoncepcional – e já vamos falar disso.

 

Nenhum outro remédio corta o efeito do anticoncepcional, mas, como podem existir outros efeitos da interação entre medicamentos, você sempre precisa avisar o médico que toma anticoncepcional e qual é a pílula que usa quando ele receitar alguma medicação. Saber disso pode orientar melhor o tratamento que ele vai passar pra você.

 

desenho de uma menina segurando algumas pílulas na mão e olhando para elas

 

Então antibiótico corta o efeito do anticoncepcional? 

A dra. Rebeca explica que apenas uma classe de antibiótico que trata tuberculose é capaz de cortar o efeito do anticoncepcional. Isso mesmo! Você precisa ficar atenta com isso apenas se estiver tratando essa doença específica. Os outros antibióticos dificilmente terão esse efeito, mas, como sempre, vale a recomendação de sempre avisar o médico que você está tomando pílula e qual é o tipo.

 

Uma outra questão importante é que, às vezes, a doença que está sendo tratada com antibiótico gera vômitos e diarreias – e isso sim pode ser algo que faz com que o efeito do anticoncepcional seja cortado. Não por conta do remédio, mas porque a pílula não ficou dentro do seu corpo por tempo o suficiente para ser absorvida.

 

Existem também, segundo a dra. Rebeca, classes de medicação, principalmente para o tratamento de enxaqueca, que podem interferir no anticoncepcional. Por isso, vale redobrar o cuidado para as interações entre remédios quando se trata de tratamentos neurológicos e psiquiátricos. É necessário informar tanto o ginecologista quanto o outro médico que está prescrevendo o tratamento – assim é possível checar se a medicação não atrapalha a sua contracepção.

 

Em geral, é possível fazer adaptações simples, mudar o tipo de medicação ou até a via de administração que tudo dá certo. Mas é importante ler a bula com cuidado e sempre ter uma conversa franca e aberta com o médico – nada de resolver as coisas sozinha! 

Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se