desenho do quadril de uma menina, em um lado da virilha ela passando a cera quente e de outro lado um adesivo de cera fria
Pelos pubianos: como depilar a virilha? Ou não depilar?
13 de mai de 2022

Pelos pubianos: como depilar a virilha? Ou não depilar?

Kira

Como depilar a virilha para evitar irritações na pele ou até problemas mais graves de saúde? Saiba tudo sobre a depilação da região íntima

Os primeiros pelos pubianos são um dos sinais de que a puberdade chegou. E quando a adolescência bate à porta, junto com ela vem a possibilidade da depilação íntima. Mas como depilar a virilha sem prejudicar a pele de uma região tão sensível?

 

desenho de uma menina balançando em um balanço

Em primeiro lugar, é importante lembrar que depilar a virilha é uma escolha. Ter pelos aparentes não é motivo de vergonha e tá tudo certo usar shorts ou biquíni sem estar perfeitamente depilada se você se sentir confortável. Beleza? Vamos lembrar aqui, rapidinho, que todas as pessoas têm pelos, eles fazem parte do nosso corpo e estão ali por uma razão.

 

Por outro lado, se você não gosta de pelos, está tudo bem se livrar deles. Agora, as escolhas sobre como removê-los precisam ser feitas com consciência, ok?

 

Para que servem os pelos pubianos?

Assim como as sobrancelhas e os cílios, os pelos pubianos têm uma função em nosso organismo. Eles estão ali para proteger a região genital, diminuindo atritos e prevenindo a entrada e reprodução de microrganismos potencialmente nocivos, como as bactérias. Viu só?!

 

A depilação íntima faz mal à saúde?

Tá aí uma pergunta bem comum entre as mulheres. Evidências mostram que tudo depende de onde e como você faz a retirada dos pelos pubianos. Uma depilação mal-feita traz riscos de infecções bacterianas, queimaduras, manchas ou dermatites alérgicas de contato (inflamação da pele que pode provocar bastante coceira). Além disso, se o material utilizado não for bem esterilizado, existe o risco de transmissão de doenças como herpes e HPV. Como você vê, a coisa pode ficar séria.

 

Um estudo feito em 2014 nos Estados Unidos mostrou que 60% dos 333 participantes disseram ter sofrido com algum efeito negativo da depilação, como queimaduras ou irritação da pele.

 

Só que nem só de más notícias vive o mundo da depilação feminina. Remover os pelos pubianos também pode ter um lado positivo. Em alguns casos, depilar a região íntima pode ajudar a tratar inflamações recorrentes das glândulas presentes na virilha, assim como os folículos, o buraquinho por onde o pelo sai.

 

Um outro estudo mostrou que as pessoas sentem mais sensibilidade durante o sexo quando estão depiladas, o que pode deixar a transa mais legal. Só que bora lembrar que sensações de conforto e prazer sem a presença de pelos podem estar associadas aos padrões sociais que determinam que estar depilada é mais higiênico ou deixa a mulher mais bonita. Uma bobagem. Então, é bom fazer esse exercício interno, trazer o tema para a consciência e desconstruí-lo para conseguir fazer escolhas mais conscientes em relação à depilação íntima.

 

desenho de uma menina deitada em uma maca fazendo depilação a laser

Como depilar a virilha?

Se a sua decisão for depilar a virilha, o próximo passo é escolher o método mais eficiente – e melhor pra você. Se escolher remover os pelos em casa, vale aquele lembrete de usar produtos de qualidade e certificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), combinado?

Se preferir buscar uma clínica de depilação ou salão de beleza, vale uma dica bem parecida: procure avaliações do estabelecimento, as qualificações do profissional e certifique-se de que todo o material foi higienizado e esterilizado.

Veja, abaixo, as principais formas de remover os pelos da virilha:

 

Depilação com cera

Geralmente, a depilação com cera é feita em salões, por profissionais qualificados. O método arranca o fio desde a raiz e isso garante uma pele lisinha por cerca de 20 a 30 dias. A cera pode ser quente ou fria e, para a região da virilha, a quente costuma ser mais adequada por provocar a dilatação dos poros em regiões sensíveis.

 

A cera quente tem seus pontos negativos. Em primeiro lugar, é dolorida para muita gente. Dependendo da sua sensibilidade à dor, a experiência pode ser mais tranquila ou mais sofrida. Além disso, se a cera estiver muito quente na hora da aplicação, pode causar queimaduras. Utilizá-la em temperatura morna é absolutamente fundamental. Por fim, a depilação com cera pode provocar irritação ou pelos encravados.

 

Depilação com lâmina

Se você está buscando uma depilação mais prática e livre de dor, aposte na lâmina. Você pode fazer em casa mesmo, basta comprar um produto de qualidade. O ponto ruim é que a depilação com lâmina dura pouco, bem pouco. Em alguns dias os pelos estarão de volta. A lâmina também pode provocar irritações e pelos encravados.

 

Depilação a laser

A depilação a laser caiu no gosto da brasileira por prometer um pequeno milagre: o fim dos pelos para o resto da vida. Mas será que o método é assim tão milagroso?

 

Do ponto de vista técnico, pra você entender como funciona, o laser é um feixe de luz que possui um comprimento de onda específico para a melanina, o pigmento que dá cor à pele e aos pelos. A luz identifica o pelo e provoca uma espécie de lesão térmica que pode, de fato, eliminar o crescimento de forma definitiva – pra sempre! Então, sim, é um método a longo prazo e recomendado para quem deseja eliminar os pelos de vez ou pelo menos reduzir sua quantidade ou espessura.

 

Mas sempre tem um outro lado, né? A depilação a laser também pode ser dolorida e cara. Se for a sua escolha, procure por profissionais qualificados em institutos certificados.

 

Ah, e mais um detalhe aqui: importante tomar cuidado com um método bastante confundido com o laser, chamado de luz pulsada. Apesar de similar, seu feixe de luz não tem a melanina como alvo, e sim toda a região, o que aumenta o risco de queimaduras em peles bronzeadas ou negras.

 

Pesquise, converse, e só depois escolha seu método de depilação. Uma decisão informada é uma decisão bem tomada. Depilar ou não depilar: a escolha é livre e é sua!

 

Conta aqui pra gente como você lida com os pelos. Depila? Não depila? Compartilha a sua experiência com outras meninas!


Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se