intimus_ilustracao_colica
Menstruação e Cólica: causas e dicas para amenizar
7 de jun de 2021

Menstruação e Cólica: causas e dicas para amenizar

Menstruação, TPM e Cólica, fases que as mulheres passam constantemente. A Kira te ajuda, quais são as causas e dicas para se sentir melhor durante esses períodos, e como o autoconhecimento pode te ajudar. Leia!

Ela pode ser super comum durante a menstruação, e tem quem morra de medo dela. Confira o que fazer se ela aparecer

 

Menstruação e cólica pode ser uma dupla tão famosa e inseparável quanto pão e manteiga no café da manhã, mas isso não precisa ser assim! Sim, a cólica é um sintoma comum do período menstrual porque é um sinal de que seu útero está expulsando a camada do seu endométrio que estava preparada para receber o óvulo fecundado, mas que não rolou porque o encontro de um espermatozóide com o seu óvulo flopou. Esse processo é natural e acontece com a grande maioria das mulheres mais ou menos forte - então, que você não tenha nada de cólica, acredita que ela existe, porque isso é #realoficial!

 

Nossa querida “amiga” geralmente dá as caras perto do primeiro dia da menstruação: às vezes uns três dias antes, muitas vezes no dia ou até mesmo depois que já desceu pra você. E a intensidade também pode variar de pessoa e até mesmo de ciclo, principalmente porque ela só começa a rolar depois que o seu corpo passa a ovular - o que só vai acontecer uns dois anos depois da sua primeira menstruação. Então, nem precisa ficar ansiosa por ela depois que a sua menarca der as caras por aí, ok?

 

Quando você começar a ter cólicas, pode ser que ganhe “de brinde” a não-tão-querida TPM - que é um conjunto de sintomas como dor de cabeça, dor nos seios, inchaço, alteração no humor (pode ser ficar mais irritada ou sensível) e até mesmo problemas gastrointestinais que acontecem até 14 dias antes da menstruação - um dos “combos” preferidos dos hormônios que atuam no nosso corpo. Essas alterações de humor acontecem com a gente e, às vezes, só percebemos que ficou mais fácil perder a paciência ou cair no choro quando ela já passou. E como tem gente que gosta de culpar a TPM por tudo, hein? Mas sem estigmatizar esse período, a variação rola mesmo e tem casos que precisam até de remédio para mulher conseguir passar por ele numa boa. #respeitaatpm #respeitaoshormonios

 

E já que estamos falando de hormônios, quem são eles? De onde vieram? Como se alimentam?  Basicamente, os nossos ovários produzem a progesterona e o estrogênio, e eles são responsáveis por várias características do nosso corpo, além do amadurecimento do sistema reprodutor e de todo o nosso ciclo menstrual. E como a quantidade desses hormônios varia bastante durante o mês, surgem (ou não) todos os sintomas do ciclo menstrual.

 

Quando o assunto é cólica, a principal culpada pela sua dor se chama prostaglandina. Essa é uma substância parecida com os hormônios e que tem como tarefa a descamação do útero quando o óvulo não é fecundado. Só que em alguns casos, o corpo produz prostaglandina demais, e é nesses casos que você sente a cólica. Entendeu? Então anota aí algumas coisas que você pode fazer para aliviar essa dor toda.

 

intimus_ilustracao_colica 

 

Você pode não levar a sério quando sua mãe ou sua médica falam, mas cuidar da sua saúde é algo que tem que ser feito todos os dias! Uma alimentação saudável e equilibrada, a hidratação adequada e a prática de exercícios físicos são algumas das recomendações básicas e que podem sim aliviar as cólicas simplesmente porque regulam um monte de nutrientes no seu corpo e ajudam seus órgãos a funcionarem direito. O match perfeito com a atividade física quem vai dar é você, por isso não adianta falar que o melhor é fazer isso ou aquilo: tem que ser algo que você consiga praticar com frequência, se sentindo bem e sem se machucar.

 

Já tem uma série de estudos apontando que a prática de exercícios físicos regularmente alivia a cólica graças à endorfina, também conhecida como hormônio da felicidade, e pode até ajudar a diminuir o seu fluxo menstrual. Tanto faz se você corre, pratica yoga, pedala ou dança, o importante é se movimentar, transpirar e produzir endorfina! #vaicomtudo

 

Como a cólica é a contração dos músculos do útero, ficar quentinha ajuda esses mesmos músculos a relaxarem e aliviarem sua dor. Por isso, abuse das compressas mornas ou quentes (só não esquece de proteger a pele para evitar queimaduras) e chás de ervas para se sentir melhor. Algumas ervas, como a camomila, a erva doce e a sálvia são velhas conhecidas das nossas avós - e da ciência - e ajudam tanto nos sintomas físicos quanto os psicológicos do ciclo. Artemísia e calêndula também são duas plantinhas que não são difíceis de achar e podem ser super parceiras para combater as dores da cólica, a irritação da TPM ou qualquer outro sintoma que você perceba - já que tá anotando tudo sobre o seu ciclo no seu calendário menstrual desde que ele começou, lá na menarca, né? Uma garota prevenida vale por duas mesmo! ;)

 

Pode ser que, em alguns meses, você sinta cólica fora do período menstrual, geralmente umas duas semanas depois de ter menstruado, e uma dor mais passageira do que o normal e mais para o lado de onde sente a cólica menstrual. Anota no seu caderno, porque essa dor deve ser um sinal da sua ovulação. Com o tempo, você vai poder até calcular quando vai ficar menstruada a partir desse dia e quanto dura o seu ciclo. Muito bom quando a gente se conhece e percebe os sinais que nosso corpo nos dá.

 

Agora, se a sua cólica é muito forte mesmo, do tipo que não passa com nenhum remédio (os antiinflamatórios são os mais indicados, daí você tem que descobrir qual é melhor pra você segundo a indicação da sua ginecologista), te deixa fraca, enjoada ou com uma super dor de cabeça, você também precisa prestar atenção. Pode ser que você tenha algum problema e a cólica seja um dos sinais do seu corpo. Geralmente, cólicas muito fortes podem significar síndrome do ovário policístico, miomas, endometriose ou outras doenças ligadas ao nosso sistema reprodutor.

 

De qualquer forma, lembre-se de uma coisa: sentir cólica não é mimimi! Aliás, dois estigmas femininos estão relacionados à menstruação, já que muita gente (mulheres inclusive) acham que cólica é só uma dorzinha boba e que a TPM é desculpa para ser grossa com os outros. Quem sente na pele sabe que de besteira, não tem nada. Então pode falar, sim, que não se sente bem por causa da cólica e pegar leve nas atividades da sua rotina - da aula ao treino na academia. O problema não é que nós exageramos, mas que ninguém se acostumou a falar sobre isso, daí parece sim algo de outro mundo.

 

Então vamos normalizar falar sobre isso até todo mundo entender o quanto isso nos afeta, ok? Ninguém merece sofrer com a falta de empatia além da dor. ;)


Queremos te escutar!

Estamos sempre buscando melhorar nossa plataforma. Deixe sua opinião aqui

Comentários

Os comentários serão publicados após aprovação

Cadastrar-se