Quando o escape menstrual pede atenção...
15 de mar de 2022

Quando o escape menstrual pede atenção...

Kira

Perguntamos para a dra. Rebeca Gerhardt o que é menstruação de escape. Saiba mais

O escape menstrual é um evento comum: é quando você percebe aquelas gotinhas de sangue na calcinha – muitas vezes um sangue mais escuro ou até marrom. O escape acontece, muitas vezes, em duas situações, segundo a dra. Rebeca Gerhardt: no começo ou no final da menstruação.

 

Em geral, a menstruação de escape significa uma descamação do endométrio, que é a camada de tecido que envolve o útero que fica mais grossa durante a ovulação para se preparar para receber um embrião. Quando passa o período da ovulação e o seu o corpo se dá conta que não engravidou, ele não só descarta o óvulo, mas o endométrio também descama, gerando sangramento. Essa descamação pode começar bem tímida, gerando as gotinhas de sangue que vemos na calcinha um pouco antes da menstruação.

 

desenho de uma caixa com vários comprimidos

Escape menstrual tomando anticoncepcional

Para a mulher que toma anticoncepcional hormonal (como a pílula, um implante de hormônio ou anel hormonal), o escape pode acontecer por vários dias.

 

O anticoncepcional impede que a ovulação aconteça, mas como ele é um hormônio, pode desregular o processo de descamação do endométrio para mais tempo, gerando escape, ou para menos, no caso de mulheres que param de sangrar até durante a pausa da pílula.

Se você toma pílula e o escape se arrastar por dias, não é motivo de preocupação, mas pode ser um incômodo pra você, porque mancha a calcinha, traz desconforto. Nesse caso, a dra. Rebeca sugere que você fale com o seu médico para rever o tipo de anticoncepcional, para estabilizar a descamação do seu endométrio.

 

desenho de uma menina ao lado de um calendário menstrual

 

Quantos dias dura o sangramento de escape?

Quando a mulher não toma pílula, existem mais possibilidades de causa para um sangramento de escape que não acontece próximo do período menstrual. O mais comum é que seja um sangramento isolado no período da ovulação, ele acontece pontualmente, não dura mais do que dois ou três dias e não é motivo para se preocupar.

 

Nessas horas, auto-observação é tudo! Acompanhe por quanto tempo o escape dura e, se ele se prolongar, é a hora de falar com o ginecologista.

A dra. Rebeca explica que analisar os motivos para um escape menstrual prolongado e fora do período menstrual é um trabalho para um médico ou médica. Existem outros elementos, como a faixa etária, que entram na análise para definir se aquele escape é alguma disfunção na tireoide, por exemplo, ou uma doença do próprio útero.

 

O escape em si não é o único sintoma dessas questões, por isso, ao perceber que o escape já dura alguns dias (como cinco), marque uma consulta com o ginecologista, explique a situação e faça os exames recomendados.

 

O sangramento fora do período menstrual, especialmente se é pequeno, como o escape, não costuma ser uma urgência – mas ele não pode ser ignorado e é importante levar o assunto para o médico.

 

Sangramentos que se arrastam por dias e se repetem são um sinal de alerta. Fique esperta e sempre se mantenha conectada com o seu corpo, observe seu ciclo, atualize as informações da sua calculadora menstrual, e, no caso de dúvidas, não tenha medo ou vergonha de pedir ajuda!


Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se