Ilustração mulher tapando os ouvidos com balões de diálogo com X
MHDay: (mais) um dia para falar e desmistificar a menstruação e o ciclo feminino
28 de mai de 2021

MHDay: (mais) um dia para falar e desmistificar a menstruação e o ciclo feminino

No dia da Menstruação (MHDay) vamos falar e desmistificar a menstruação e o ciclo feminino

28 de maio é o Dia Internacional da Higiene Menstrual, ou Menstrual Higiene Day (MHDay, em inglês). Quem “criou” a data foi a ONG alemã chamada Wash United (Water, Sanitation and Hygiene, em inglês) para falar sobre menstruação, quebrar esse monte de estigma em torno do nosso período menstrual e ainda convocar cada vez mais gente para o compromisso de, até 2030, construir um mundo onde nenhuma mulher ou menina deixe de fazer algo por menstruar.

Aliás, menstruar, para a mulher, é tão natural quanto respirar, sentir fome ou frio, né? Ou deveria ser, porque faz parte do ciclo do corpo feminino. Então, nada de deixar NINGUÉM dizer que você está doente ou tem algum problema por causa disso, ok? Aliás, deve ter orgulho da sua menstruação e do seu ciclo: a ONG Wash United lançou uma pulseira de 28 contas, com 5 na cor vermelha para simbolizar o período menstrual e mostrar que não temos nenhum motivo para nos envergonhar disso. É só acessar o site (tá em inglês) e conhecer os GIFs, imagens e até o guia para fazer sua própria pulseira e postar à vontade com a hashtag #mhday2021. ;)

Agora, falando sobre menstruação, a nossa primeira “da vida” se chama menarca. Ela acontece na puberdade e é um sinal de que seu corpo está ficando pronto para a vida adulta - o que também tem seu próprio tempo, então desencana da neura de “Ai, ainda não desceu”! Cada corpo tem seu próprio tempo, belê?

Depois dela, seus ciclos ainda podem ser irregulares, não descendo sempre no mesmo dia, e de cor escura, marrom mesmo. A menstruação “adulta” é mais vermelha – e isso é normal, tá? E ela também é dividida em fases, sempre começando na menstruação: as fases folicular, ovulatória e lútea. Presta atenção nessa parte porque isso também influencia um monte de outras coisas na sua vida.

A primeira fase do ciclo menstrual, chamada de folicular, começa com a menstruação, que é a limpeza do útero após o ciclo anterior, e a preparação para a fecundação que pode acontecer. Dura entre 5 e 12 dias, e é quando o corpo feminino (incluindo seu útero e os hormônios produzidos pelo sistema reprodutivo) se prepara para receber o óvulo - a célula reprodutora feminina, que se desenvolve e amadurece nos ovários (glândulas do sistema reprodutor feminino) fecundado. Lembrou da aula de ciências da escola? Então…

Esse preparo termina na fase ovulatória e se resume ao aumento dos hormônios responsáveis por engrossar a camada do útero, chamada de endométrio, e aumentar o número de vasos que irrigam a região com sangue. Depois que estiver tudo pronto no útero, o óvulo é liberado e está pronto para ser fecundado nas trompas.

Na fase lútea, os hormônios continuam rolando! Os ovários continuam trabalhando para preparar o útero em caso de uma possível gravidez. Caso não isso não role a fecundação (ou você não faça sexo desprotegido), o óvulo morre e seu útero descama - nossa nova amiga menstruação.

Mas quanto tempo dura tudo isso? Sua primeira menstruação, a menarca, é apenas o primeiro sinal de amadurecimento do corpo, por isso deve durar mais ou menos cinco dias. A partir daí é que o processo vira rotina, e depois que você ovular #realoficial, vai ter ciclos mais regulares. Segundo pesquisas, funciona assim: primeiro acontecem as mudanças no corpo (pelos genitais, crescimento dos seios, etc) por volta dos 10-12 anos, daí dois anos depois, geralmente, vem a menarca, e mais dois anos até a ovulação começar.

intimus_ilustracao_MHD

Agora que você já entendeu que sua menstruação é parte da sua sexualidade, presta atenção numa parada importante: isso não é um sinal de que você já deve ter relações sexuais, a não ser que se sinta pronta, belê? Ao invés disso, descubra seu corpo - quanto mais você souber sobre ele, menos dúvidas e vergonha terá em relação a ele, incluindo sua menstruação e outros temas do universo feminino.

Por isso, listamos algumas dicas para você encarar essa fase numa boa:

 

●    A menstruação é uma situação pessoal e íntima e não deve ser tratado como fato público. Por isso, nada de piadas com amigas e nem deixe que sua família transforme isso na última fofoca do bairro. “Ficar mocinha” não é um evento familiar, não merece comemoração ou presentes das suas tias mais velhas. Isso tudo rolava muito antigamente, quando se entendia que a menstruação era sinal de que a jovem estaria pronta para o casamento. Mas não é o seu caso, né?

●   Menstruar é um sinal de saúde do seu corpo. Por isso, vale começar o acompanhamento médico quando esse momento chegar - e não esperar até que você inicie sua vida sexual, independente da sua orientação sexual. Falar com uma ginecologista vai te ajudar a entender como seu corpo funciona e ficar de olho na sua saúde desde cedo - já dizia sua avó, "prevenir é melhor que remediar";

●   Não tenha vergonha do seu absorvente, nem de estar menstruada. Não precisa fazer mil malabarismos pra esconder ele no bolso para ir ao banheiro nem pedir um usando códigos estranhos e secretos para sua amiga, ok? Faz parte da vida de toda mulher que está crescendo. E é sempre bom lembrar: tem que trocar sempre, mais ou menos a cada 4 horas, pra não correr o risco de transformar sua calcinha numa festa quentinha e úmida pras bactérias e fungos - eles adoram esse tipo de ambiente!

●   Use calcinhas confortáveis e preferencialmente de algodão. Esses modelos e o tecido são os mais recomendados para evitar a proliferação de bactérias e fungos na região;

●   Para lavar a região, use apenas com água e sabonete neutro (ou de glicerina, se você preferir). Nada de duchas internas ou produtos perfumados - eles podem prejudicar a mucosa e a flora da região, que já funcionam direitinho do jeito que a natureza fez tudo, tá? Nessa hora, menos é mais!

●   A alimentação e hidratação são fundamentais! Não esqueça de beber dois litros de água por dia e comer frutas, verduras e o clássico arroz e feijão. Isso é importante para manter seucorpo funcionando, no período menstrual ou não;

●   Pratique atividades físicas, principalmente as leves, como caminhadas. Elas podem ajudar com desconfortos relacionados ao seu ciclo;

●   Assim como seus hormônios vão variar, seu humor e a disposição para fazer coisas normais, tipo ir para escola ou malhar, pode ficar diferente. Não é um problema, nem sinal de doença, e está tudo bem você se sentir mais chorona ou preguiçosa em alguns dias do mês. Apenas monitore, porque menstruação não deve te impedir de fazer nada. Se isso acontecer, procure sua ginecologista;

●   Converse com outras meninas e mulheres. Trocar ideias te ajuda a saber o que acontece com mais gente, o que pode ser legal para você e até quando você deve ficar de olho;

●   Estigmas como “não pode lavar o cabelo” ou “nada de esportes” durante a menstruação são apenas lendas urbanas - quando ninguém falava sobre estar menstruada por causa do preconceito;

●   Crie seu calendário menstrual: anote tudo, desde a primeira menstruação, incluindo a cólica e (talvez) a TPM. Isso ajuda a entender a duração média dos ciclos e perceber o que acontece com o seu corpo durante o ciclo;

●   Só porque você menstruou não significa que precisa se comportar como uma mulher adulta, tá? Respeite o seu tempo, para todas as fases da vida - elas são importantes e no futuro, você vai agradecer a si mesma por ter vivido tudo com calma;

●   Compressas quentes, chás de ervas, exercícios leves e outras “simpatias de avó” podem ser muito úteis para aliviar alguns sintomas do ciclo, como cólica, desconforto nos seios e até mesmo a TPM, que não deve ser terrível (se ela atrapalhar sua vida, procure ajuda da ginecologista);

●   Observe o seu fluxo menstrual: quantas vezes precisa trocar o absorvente, se eles vazam durante o dia ou à noite. O fluxo normalmente aumenta com o passar dos anos, mas esse aumento não pode atrapalhar sua vida - se esse for o caso, procure sua ginecologista.


Queremos te escutar!

Estamos sempre buscando melhorar nossa plataforma. Deixe sua opinião aqui

Comentários

Os comentários serão publicados após aprovação

Cadastrar-se