desenho de uma menina segurando uma placa com uma integorração desenhada
Coceira na vagina. Tá tudo certo ou é preciso procurar um médico?
19 de mai de 2022

Coceira na vagina. Tá tudo certo ou é preciso procurar um médico?

Kira

Vem entender quando a coceira na região íntima deve te levar ao ginecologista

Sentir coceira na vagina de vez em quando é a coisa mais comum do mundo, vamos falar a verdade. Mas se a coceira na região íntima ficar frequente e começar a ser um desconforto, vale ligar o alerta, porque pode ser uma condição provocada por alergias ou infecções. E aí fica aquela dica de sempre: qualquer sintoma estranho na ppk precisa ser levado para o ginecologista.

 

desenho de uma menina sentada no sofá da sala mexendo no computador

O que causa coceira na vagina?

Tem uma série de coisas que podem causar coceira na região íntima. Se você está passando por isso ou tem uma amiga com esse probleminha, vem ler aqui pra saber o que pode ser.

 

Infecção urinária

Quando a gente sente coceira na região íntima, isso pode ser sintoma de infecção urinária. Outros sintomas da infecção urinária são ardência na ppk e vontade de fazer xixi o tempo todo.

 

No caso da infecção urinária (ou cistite), se houver coceira, ela vai acontecer na entrada da uretra, o buraquinho por onde sai o xixi e que fica logo acima da vagina. A infecção urinária é uma condição do trato urinário e por isso não costuma provocar coceira na entrada da vagina, que é a abertura maior que a gente tem na ppk, logo abaixo da uretra e por onde sai o sangue menstrual.

 

Dermatite

As dermatites são as principais causas de coceira na vagina. São irritações da pele que podem ser causadas por contato. Isso mesmo, contato, de uma infinidade de coisas.

 

Se a sua ppk está coçando sem motivo aparente, sem mais sintomas, tente pensar no seguinte: Você trocou de sabonete recentemente? Está usando um novo amaciante para lavar roupa? Experimentou um espermicida (aquela substância que mata os espermatozoides e é usada como contraceptivo) diferente com o namorado? Pode ser que uma dessas mudanças aparentemente inofensivas estejam por trás dessa coceira chata.

 

Vaginose bacteriana

As vaginoses bacterianas são outra causa relativamente comum de coceira na vagina. As bactérias, como você já deve saber, fazem parte da nossa flora vaginal normal, mas, em algum momento, pode haver um desequilíbrio nessa flora. Isso pode aumentar a quantidade de bactérias, o que pode acabar causando uma vaginose bacteriana, como a causada pela Gardnerella vaginalis. Além de coceira, a vaginose pode provocar corrimento branco-acinzentado, de aspecto fluido ou cremoso, e mau cheiro. Fica ligada nesses sintomas, porque se eles aparecerem já sabe: oi, doutora!

 

Candidíase

A candidíase é uma doença provocada por um fungo, em geral por consequência do uso de roupas muito apertadas e que deixam a região da vagina úmida e quente. Uso de antibióticos e medicamentos que reduzem a resistência do organismo, ou até mesmo estresse, também podem causar a candidíase.

 

Além de desconforto e coceira na região íntima, a candidíase pode provocar ardência e dor ao urinar. Também costuma aparecer corrimento espesso e esbranquiçado.

 

Infecções sexualmente transmissíveis (ISTs)
Infecções sexualmente transmissíveis, aquelas que são transmitidas no sexo desprotegido, sem camisinha, podem provocar coceira na vagina e outros sintomas.

 

Vamos lembrar a listinha de nomes das ISTs? Gonorreia, clamídia e herpes genital são algumas delas que provocam coceira na ppk. Em geral, essas infecções também podem causar corrimento, dor e desconforto ao urinar, mau cheiro e bolhas na ppk, como no caso da herpes.

 

desenho de uma mulher passando por uma consulta ginecologica em um consultório

 

É importante ficar ligada na diferença entre o corrimento que indica problemas de saúde e o corrimento normal da vagina - aquele sem cheiro e com aspecto de clara de ovo, mais abundante durante o período fértil.

 

Se você sentir muita coceira na vagina, sem motivo aparente e, especialmente, acompanhada de outros sintomas, fale com o médico, ok?


Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se