5 tipos de corrimento e o que eles dizem sobre a sua saúde
12 de nov de 2021

5 tipos de corrimento e o que eles dizem sobre a sua saúde

Kira

Corrimento seco, corrimento antes da menstruação, corrimento pegajoso ou líquido: o que cada um significa?

Diferentes tipos de corrimento fazem parte da vida da mulher. Afinal, a sua ppk tem umidade e lubrificações e está sempre liberando parte dessa lubrificação como uma limpeza natural. Mas alterações no corrimento "normal" podem significar doenças ou infecções, por isso é bom ficar ligada! Sempre observe seu corpo, veja o que está saindo na calcinha ou no protetor diário e fique atenta para qualquer mudança de cor ou de cheiro.

 

Para te ajudar, separamos alguns tipos de corrimento que valem a sua atenção. Pega uma xícara de chá, senta, separa um tempinho e vem comigo:

 

1) Corrimento transparente

O corrimento transparente também é conhecido como corrimento vaginal fisiológico, que é o corrimento normal da sua ppk. Ele pode ser desde transparente até esbranquiçado, dependendo do seu momento no ciclo menstrual. Muitas vezes você vai sentir mais fluxo desse corrimento antes do período ovulatório (você pode saber quando está próxima de ovular usando a calculadora menstrual).

 

2) Corrimento branco ou acinzentado

O corrimento esbranquiçado, muitas vezes com odor mais forte e acompanhado de coceira, pode significar candidíase, que é comum de ocorrer no verão e pode ser tratada com medicação e pomadas. Esse corrimento também pode significar vaginose bacteriana, uma doença ocasionada pelo desequilíbrio das bactérias naturais da sua ppk. Já o corrimento acinzentado, com odor desagradável, pode ser causado por uma bactéria chamada Gardnerella, comum na flora vaginal, mas que gera corrimento e um tipo comum de vaginose quando se desequilibra, acompanhado de ardência ou coceira.

 

3) Corrimento amarelado

O corrimento amarelado com ardor e vermelhidão na mucosa vaginal pode significar uma infeção por protozoário, conhecida como Trichomonas, ou tricomoníase, a doença sexualmente transmissível não-viral mais comum do mundo. Apesar do nome estranho, é uma doença fácil de tratar com medicação, basta você procurar o médico o mais rápido possível. O corrimento amarelo também pode ser sinal de DSTs mais graves como gonorreia ou clamídia, por isso, se percebê-lo, entre em contato com a ginecologista.


4) Corrimento marrom

O corrimento marrom pode ser sinal de que existe sangue misturado à secreção natural da sua ppk. Esse sangramento pode significar desde o começo da menstruação até tumores, um corpo estranho na ppk, infecção e outras doenças. Uma pista é ficar atenta ao cheiro e à presença de outros sintomas como dor, coceira ou ardência. Se isso rolar, procure um médico. O corrimento marrom acinzentado, assim como o amarelo, também pode ser característico de gonorreia.


5) Corrimento rosado

O corrimento rosado pode ser o início do ciclo menstrual, desequilíbrio hormonal, sinal de gravidez ou da menopausa chegando. Ele também pode ser sinal de Doença Inflamatória Pélvica, então fique atenta para ver se existem outros sintomas como dor, ardência ou coceira. Em geral, ele fica assim por misturar alguma gotinha de sangue com o seu corrimento normal, então uma causa possível pode ser uma ferida na ppk ou no colo do útero também.

 

 

Para os corrimentos não relacionados a problemas de saúde, que são os transparentes e brancos sem cheiro forte, você sempre pode contar com a ajuda do protetor diário Intimus®. Agora, se você perceber qualquer alteração no corrimento, seja na cor ou no cheiro, procure sua ginecologista. Só ela consegue definir ao certo o que você tem e como medicar, está bem? Quanto mais cedo você percebe que não está bem, mais fácil será o tratamento. O autoconhecimento é o melhor autocuidado 😊


Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se