Odor vaginal: o que significam nossos cheiros?

Odor vaginal: o que significam nossos cheiros?

Kira

Veja quando ter cheiro na vagina é normal e quando você deve se preocupar

Vamos direto ao assunto: quem tem coragem de falar de cheiro na vagina? Toda mulher tem odores naturais, só que algumas ainda se incomodam com isso e começam a buscar "soluções" sobre como tirar odor da vagina. Mas como saber, afinal, se a sua ppk está com o odor normal ou se o cheiro é realmente forte e você precisa se preocupar?

Até pra responder isso, o segredo está no autoconhecimento! A verdade é que você precisa ter muito contato com você mesma, sem medo de sentir os seus cheiros, de perceber como eles mudam de acordo com o ciclo menstrual e com a alimentação.


Vivemos em uma sociedade que trata qualquer cheiro feminino como falta de higiene – seja suor, cheiro de ppk ou até no pé. E a verdade é que todos os seres humanos exalam odores e, veja só, as mulheres são seres humanos! Se você faz uma higiene pessoal regular, sem exageros, mesmo assim ainda vai sentir que a ppk tem um cheiro característico e não tem nada de errado com isso.

 

O melhor a fazer se o seu odor natural incomoda é, primeiro, tentar se acostumar com ele, e, além disso, fazer a higiene íntima com sabonete íntimo e lenços umedecidos ao longo do dia. Outra coisa que pode ajudar é um protetor diário de calcinha, que você troca durante o dia pra te ajudar a se sentir mais fresquinha. Mas isso é tudo! Não use produtos químicos ou "perfumes", porque a área da ppk é muuuuito sensível, ok?


Quando devo me preocupar com o cheiro da ppk?

Você deve se preocupar quando o odor foi muito diferente daquele que você está acostumada a sentir. Por isso é importante se conhecer, e até conhecer qual é o seu cheiro de final de dia (tanto na ppk quanto no resto do corpo!).

 

Preste também atenção se você está sentindo mais alguma coisa diferente: o corrimento natural que já sai da sua ppk mudou de cor? Está sentido coceira ou ardência? Se já tem vida sexual ativa, a relação ficou incômoda, com dor, com ardência?

O odor forte, acompanhado de outros sintomas, pode ser por causa de vaginose bacteriana ou tricomoníase (infecções que podem aparecer na ppk). Dependendo do caso, ele também pode ser clamídia ou gonorreia. Por isso, se você perceber esses sinais, é hora de procurar um médico. Não se medique sozinha e nem aceite receitas caseiras para acabar com o cheiro da sua ppk. Além de o cheiro em si não ter nada de errado, quando ele muda é para te avisar que algo na sua saúde não vai bem! Não devemos maquiar nossos cheiros, e sim aprender a reconhecê-los?  

Vem conversar com a gente!

Que tal trocar uma ideia com a nossa comunidade? Deixe seus comentários e bora aprender juntas!

Comentários

Cadastre-se para comentar e participar!

Cadastrar-se